Permita- se permitir.
Theme
Não pense, sinta..

+
 
 
“Solidão é animal doméstico.”

Otávio L. Azevedo  (via palavrisses)
 
“A gente tem um lado estranho que vez ou outra encanta alguém.”

Desconheço   (via sincronizar)
 
A alma é borboleta

promessasvazias:

ao ser presa, padece.


 
“Que somos nós sem o socorro das coisas que não existem?”

Gabriel García Márquez - Amos nos tempos de cólera

(via oxigenio-dapalavra)

 
“Eu estava sozinha. Eu tentava me segurar no alivio e esquecer a tristeza do fato. Era melhor estar sozinha, menos humilhante.”

A Hospedeira.    (via heart-depressive)
 
“Vi pessoas que eu amo partindo. E doeu. Não no corpo, mas na alma.”

Isabella Martins.    (via mel4ncholic-world)
 
“Envelheci
10 anos
ou mais,
nesse último
mês.”

Engenheiros do Hawaii. (via erzdiozese)
 
“Não tenha pena dos mortos. Tenha pena dos vivos… e principalmente dos que vivem sem amor.”

Harry Potter (via re-amar-te)
 
“De madrugada fica pior, a saudade vira dor.”

Elisa Bartlett.  (via permitia)
 
“Todos têm a própria maneira de encontrar conforto.”

 A Hospedeira.  (via erzdiozese)
 
“A gente precisa se manter em movimento, senão a vida nos engole.”

— Nuage de rêves. (via oxigenio-dapalavra)
 
 
 
“Eu me identifico com as causas perdidas. Primeiro, porque ninguém costuma querer uma como a minha. Segundo, porque nem eu quero. Não essa, a minha. Não essa que dança pelos salões da vida caindo em todos antes mesmo de a música acabar. De perdido em perdido se faz até uma seção, e isso já é mais do que a maioria de nós vai ter algum dia. É pelo menos a coleção de algo e, tudo bem, eu sempre quis colecionar qualquer coisa. Se é o jeito para guardar o que for, eu aceito, porque um dia a força do contra sempre se vai. Já não me guardo. A minha causa não se acolhe mais por si só. E, se quem a acolhe não quiser me incluir na sua coleção particular, eu viro só mais uma seção que não quer aprender a continuar. Como toda seção, me reparto.”

Camila Costa.   (via palavrisses)